WWE Smackdown de 18 de Julho de 2014

O Friday Night Smackdown desta semana é o último show antes do Battleground e tem como destaque Dean Ambrose que pretende vingança do ataque sofrido no RAW! Chris Jericho testa a Wyatt Family e enfrenta Luke Harper. AJ Lee e Paige enfrentam Layla e Summer Rae.

WWE NXT de 17 de Julho de 2014

O episódio desta semana do NXT tem como principal destaque o embate entre Sami Zayn e Tyson Kidd. Completa o show mais quatro combates com foco nos lutadores do roster principal e com Adam Rose contra Jason Jordan e Xavier Wodds a enfrentar CJ Parker.

TNA Impact Wrestling de 17 de Julho de 2014

O Impact Wrestling desta semana é o primeiro show gravado em Nova Iorque e tem os seguintes destaques, Jeff Hardy contra Bobby Lashley pelo World Heavyweight Title, um gaunglet match pelo título da X-Division e Rhino e Ethan Carter III contra Tommy Dreamer e Bully Ray

WWE Main Event de 15 de Julho de 2014

A edição desta semana do WWE Main Event tem como destaque Sheamus contra The Miz. A completar o evento estão mais dois combates onde na acção feminina, Emma enfrenta Cameron e na acção de equipas Kofi Kingston e Big E batem-se contra Ryback e Curtis Axel..

WWE Monday Night RAW de 14 de Julho de 2014

O Monday Night RAW desta noite acontece no The Richmond Coliseum em Richmond, Virginia. Confirmado para o show está o grande six-man John Cena, Roman Reigns e Dean Ambrose vs. Kane, Randy Orton e Seth Rollins...

WWE PPV: Money in the Bank

Na edição de 2014 do WWE Money in the Bank será coroado um novo campeão da WWE num Ladder Match. Para definir um futuro contender, acontecerá um tradicional MITB. A completar o evento estão a defesa dos títulos de equipas, de divas e ainda alguns combates de singulares.

«

quarta-feira, 23 de Julho de 2014

WWE Main Event 22.07.2014 - TRANSMISSÃO AO VIVO


A edição do WWE Main Event desta semana conta com a presença do atual Mr. Money In The Bank Seth Rollins que irá falar pela primeira vez desde que fugiu às guerras que aconteceram no Battleground entre ele e Dean Ambrose...

terça-feira, 22 de Julho de 2014

Análise e Pensamentos do WWE RAW: Lesnar regressa, Stephanie detida, SummerSlam!


A WWE regressou ontem ao USA Network para mais um Monday Night RAW que aconteceu em Miami, Florida e apresentou o fallout do Battleground que aconteceu no Domingo em Tampa, Florida. E foi um show muito melhor que aquele que aconteceu na noite anterior....

Zona Indy 2014 (29) Resultados, Notícias e Cards | Kevin Steen despede-se da ROH

É o regresso do Zona Indy com o melhor do wrestling independente. O espaço de hoje apresenta os resultados do fim-de-semana que tiveram vários shows de destaque nomeadamente da ROH e Chikara. Completa o espaço as noticias independentes com destaque para os negócios da ROH e Kevin Steen que vai rumar à WWE


segunda-feira, 21 de Julho de 2014

WWE Monday Night Raw 21.07.2014 - Resultados + Videos | Battleground Fallout



O Monday Night RAW desta semana apresenta o fallout do Battleground e marca o inicio da Road to SummerSlam. Em destaque no show está a definição do novo contender ao título da WWE de John Cena para o combate no SummerSlam! Stephanie McMahon mais uma vez quer se vingar das Bellas! Foco ainda para os embates entre The Miz e Dolph Ziggler e Cesaro e Dean Ambrose.....

Dias is That Damn Good #191 – "O Que Nos Dizem os Ratings?!"

Boas Pessoal!



Sejam bem vindos a mais um "Dias is That Damn Good", o espaço com mais história na nossa CWO ;)

O Pro Wrestling, ao longo da sua história, foi uma indústria que em muito beneficiou do mercado televisivo para se consolidar como fenómeno de massas à escala global. Foi, aliás, a revolução no sistema tele-cabo que proporcionou o gigantesco boom a que se assistiu nos anos 80 e que, já nos anos 90 com os shows ao vivo e em directo, permitiu ultrapassar todas as barreiras possíveis e imagináveis. Consequentemente, os números e ratings obtidos pelos programas das maiores promotoras da modalidade em prime-time (maiores que quaisquer outros shows transmitidos à mesma hora), transformaram o próprio business num dos mais rentáveis para as cadeias de televisão que os transmitiam...conquistando, dessa forma, inúmeros patrocínios e uma preponderância inquestionável ao nível dos conteúdos que qualquer estação de televisão gostaria de poder oferecer aos seus telespectadores.

A realidade actual é, contudo, outra. Os conteúdos e produtos mudaram, os públicos-alvo também, assim como a própria sociedade e as expectativas que a mesma tem no que se refere à produção televisiva. Ora, como não poderia deixar de ser, essa situação afectou o Pro Wrestling e a importância que o mesmo representa, enquanto conteúdo, para as diferentes cadeias e estações de televisão. Neste sentido, os ratings ajudam-nos a compreender um pouco as diferenças que encontramos, sobretudo, dos anos 90 para os dias que correm e permitem-nos, ainda, perceber qual a posição e importância emanada pela modalidade na sociedade global da alta tecnologia e das redes sociais em que vivemos. E esta será a temática do texto que hoje vos escrevo, onde procurarei, através da análise dos ratings, fazer uma pequena reflexão sobre as indicações que os mesmos nos têm vindo a dar.

Não percam, por isso, as próximas linhas...



Os anos 80 têm um significado especial para o Pro Wrestling pois foi no decorrer destes que a modalidade e a indústria conheceram a sua primeira gigantesca explosão. Esta foi a década de Hulk Hogan, Randy Savage, Roddy Piper, Ultimate Warrior e Jake Roberts, entre muitos outros, na WWE e de Ric Flair com os Four Horsemen, Dusty Rhodes, Road Warriors, Magnum TA, Lex Luger e Sting, e outros, na NWA/WCW. Mas foram, acima de tudo, os anos em que os serviços de televisão por cabo revolucionaram por completo o mercado televisivo norte-americano. E esta revolução teve como grandes precursores a TBS de Ted Turner (que transmitia os eventos da Jim Crocket Promotions – NWA) e a USA Network (que, por sua vez, transmitia os espectáculos da WWE). Pela primeira vez na história dos EUA, duas estações de televisão conseguiam cobrir por completo o território do país e levar a casa dos seus habitantes e telespectadores os seus conteúdos. Ora, foi desta forma que o Pro Wrestling (que até então tinha, apenas, uma dimensão regional e estatal) passou a ter uma dimensão, visibilidade e mediatismo nacionais, tornando-se num fenómeno de popularidade em pouco tempo e conquistando milhões de adeptos e seguidores. Por consequência, os wrestlers que, agora, apareciam nas televisões de todos os norte-americanos tornaram-se cada vez mais famosos, as arenas começaram a ficar lotadas e o merschandising vendia-se a um ritmo record. Assistia-mos, então, ao primeiro grande boom da modalidade e ao reconhecimento da fundamental importância que a televisão passava a deter no desenvolvimento das promotoras e da indústria.

Já nos anos 90, depois de um período em que o ambiente e entusiasmo em redor do Pro Wrestling havia esmorecido, a televisão viria a dar, de novo, provas da preponderância que havia conquistado no seio do business. Situação essa que se verificou quando, em 1993, a WWE criou o WWE Monday Night RAW, um dos primeiros talk-shows, com registo semanal e gravado ao vivo. Mais tarde, seria a vez da WCW apresentar um programa no mesmos moldes, o WCW Monday Nitro. Ora, este fenómeno originou toda uma nova situação, desde logo pela regularidade da programação, mas também, e sobretudo, porque a partir daquele momento, os conteúdos das duas maiores promotoras da modalidade passariam a competir em prime-time uns com os outros, mas também com os restantes conteúdos apresentados pelas mais diversas estações de televisão. E neste ponto, os ratings e a capacidade de aglomerar patrocínios e verbas, passaram a ter capital importância no desenvolvimento de todo este processo. Consequentemente, a partir desta altura, as companhias de Pro Wrestling tiveram de se aplicar e dar o seu melhor no que concerne aos seus conteúdos e produtos, pois só assim conseguiriam conquistar e agarrar os fãs, competir uma com a outra e, mais importante que tudo o resto, fazer frente à restante programação e conteúdos oferecidos pelos distintos canais televisivos. Foi, portanto, este o contexto que nos levou aos maior desenvolvimento jamais assistido na modalidade e à obtenção de números e ratings que nunca se julgaram ser possíveis de alcançar. Foi este o estádio que nos trouxe à modernização e realismo da nWo na WCW e ao anarquismo e super-entretenimento da Attitude Era na WWE.



A actualidade, no entanto, vive-se num contexto completamente diferente. O encerramento da WCW e a sua aquisição por Vince McMahon destruiu quase por completo a concorrência e, no que ao pro wrestling diz respeito, instaurou um poderoso monopólio da WWE. Sem concorrência directa, a empresa tem facilitado, deixou de inovar e de apresentar conteúdos verdadeiramente criativos e interessantes, contribuíndo em grande medida para a estagnação do business e para a perda gradual de adeptos e seguidores a que se vem assistindo ao longo da última década. Consequentemente, os números baixaram e os ratings caíram consideravelmente, situação que retirou e retira ao Pro Wrestling enquanto conteúdo a importância fundamental que outrora detinha. No mesmo sentido, todo um novo conjunto de programas e formas de entretenimento foram conquistando o seu espaço e, concorrendo com a WWE, têm-lhe vindo a ganhar terreno. Neste ponto, é a UFC, enquanto grande promotora de Mixex Martial Arts, quem mais estragos tem produzido, aglomerando uma vasta legião de fãs por todo o mundo e expandindo a sua indústria de uma forma exponencial. A UFC ganhou muito terreno à WWE e os seus ratings têm obtido valores consideravelmente elevados, situação que se compreende pelo facto de, enquanto desporto e modalidade de combate puro e duro, os seus combates e confrontos serem reais. Ora, como me parece óbvio, quando se deixa de apostar na inovação e na criatividade no que às storylines diz respeito e se passa a exercer o foco nos combates e em rivalidades à volta dos títulos, não se pode querer ao mesmo tempo ser capaz de competir com uma companhia que produz o mesmo tipo de conteúdo mas com um carácter verdadeiro e real.

E, de facto, é isso que a WWE necessita compreender. Precisa perceber que é nas pequenas grandes coisas que tornam o pro wrestling diferente dos desportos de combate (o sports entertainment das grandes histórias e rivalidades) que a companhia pode fazer a diferença, marcar a sua posição e voltar a conquistar terreno e seguidores. Por outro lado, os ratings também nos mostram que é necessário olhar os novos conteúdos apresentados pelos mais diversos canais de televisão e verificar quais aqueles que mais telespectadores "prendem", quais aqueles que a sociedade global em que vivemos privilegia, quais aqueles em que grande parte da população mais se revê. Só isso permitirá fazer uma reciclagem do produto no sentido de substituir o obsoleto pelo novo e refrescante. É um facto que temos, sobretudo nos últimos tempos, assistido a um rejuvenescimento das caras que a WWE semanalmente nos apresenta e que esses novos talentos conseguem diferenciar-se mais facilmente, apresentam características e personalidades bem distintas e que a sua qualidade e potencial são superiores. Contudo, pergunto-me que grande história (que não trate exclusivamente de wrestling) está a ser contada nos RAWs e SmackDowns?! Que angles permitem diferenciar os vários RAWs e SmackDowns produzidos pela WWE?! O que tem acontecido nos diferentes programas e shows que os tenha tornado dignos de registo e memoráveis?! À pergunta o que aconteceu no RAW ou SmackDown de há três semanas, alguém consegue responder?! Alguma coisa ficou na memória por ter valido realmente a pena assistir?! Enfim, um conjunto de questões que devem preocupar a WWE e às quais a companhia necessita responder urgentemente no sentido de melhorar e de se aperfeiçoar....no sentido de dar a volta à actual situação e colocar o pro wrestling, como antes, numa posição de relevo e de fundamental importância para os canais de televisão. Só dessa forma a indústria e o business poderão voltar a crescer, a aumentar o seu número de fãs e seguidores e, acima de tudo, a constituir uma alternativa credível aos restantes conteúdos e programação televisiva.


E a vocês, o que vos dizem os ratings?! Qual julgam ser a sua verdadeira importância?!


Um Abraço,
Dias Ferreira


PS: Não se esqueçam de indicar mais temas e assuntos que gostariam de ver ser abordados nesta coluna.


WWE PPV: Battleground 2014 - Resultados + Videos


A edição de 2014 do Battleground é talvez um dos mais completos PPV`s que a WWE apresenta nos últimos meses. A WWE fez um bom trabalho a bookar com antecedência os combates para o PPV que ao todo serão oito.

Este PPV poderá ser para muitos um PPV de transição para o SummerSlam mas olhando atentamente ao alinhamento, vários combates têm destaque como por exemplo Chris Jericho vs. Bray Wyatt, Usos vs. Wyatt Family num 2 out of 3 Falls, Rollins vs. Ambrose, Rusev vs. Swagger e um combate pelo título de Divas.....

domingo, 20 de Julho de 2014

MMA: UFC Fight Night Dublin: McGregor vs. Brandão - Resultados + Videos


Pela segunda vez a enlouquecida torcida irlandesa marcará presença num evento do UFC. Neste sábado, a bela O2 Dublin, na capital da Irlanda, será palco do UFC Fight Night: McGregor vs Brandão, evento que conta com quatro lutas no card principal.

O ídolo local Conor McGregor volta ao octógono depois de quase um ano de inatividade para enfrentar o brasileiro Diego Brandão na luta principal, em duelo de nocauteadores que visam o top 10 da categoria dos penas....

Road to WWE Battleground 2014 IV


A WWE apresenta hoje a segunda edição do PPV Battleground. A liderar o evento está o four way match pelo título da WWE com John Cena, Kane, Roman Reigns e Randy Orton. Outros destaques do evento são Chris Jericho contra Bray Wyatt, Seth Rollins contra Dean Ambrose e ainda a coroação de um novo campeão intercontinental....

WWE PPV: Battleground 2014 - Antevisão


A edição de 2014 do Battleground é talvez um dos mais completos PPV`s que a WWE apresenta nos últimos meses. A WWE fez um bom trabalho a bookar com antecedência os combates para o PPV que ao todo serão oito.

Este PPV poderá ser para muitos um PPV de transição para o SummerSlam mas olhando atentamente ao alinhamento, vários combates têm destaque como por exemplo Chris Jericho vs. Bray Wyatt, Usos vs. Wyatt Family num 2 out of 3 Falls, Rollins vs. Ambrose, Rusev vs. Swagger e um combate pelo título de Divas.....

WWE Superstars 17.07.2014 | Ryback x R-Truth


A edição esta semana do WWE Superstars para além da recapitulação dos melhores momentos da semana da WWE proporciona dois combates de singulares com Naomi a enfrentar Rosa Mendes e Ryback a bater-se contra R-Truth ...

WN Apostas - WWE Battleground 2014


É o regresso do WN Apostas para mais PPV. O PPV de Julho da WWE é o Battleground e a promessa de muita acção está no ar! Em jogo estão 460 pontos. Façam as vossas apostas e habilitem-se a um prémio no final do semestre!...

sábado, 19 de Julho de 2014

Road to WWE Battleground 2014 III


A WWE apresenta amanhã a segunda edição do PPV Battleground. A liderar o evento está o four way match pelo título da WWE com John Cena, Kane, Roman Reigns e Randy Orton. Outros destaques do evento são Chris Jericho contra Bray Wyatt, Seth Rollins contra Dean Ambrose e ainda a coroação de um novo campeão intercontinental....

SmarkDown! - Antevisão - Battleground



Num formato inovador na comunidade online de wrestling portuguesa, o SmarkDown! trás as opiniões e análises imparciais sobre tudo o que é Wrestling, enquanto educa sobre momentos históricos deste grande espectáculo. João Basílio será o vosso anfitrião e guia dentro do mundo do wrestling, por isso preparem-se para um verdadeiro SmarkDown!...

Slobber Knocker #109: Como estragar Roman Reigns em poucos passos?


Bem-vindos a mais uma edição do Slobber Knocker! Reparei na fraca adesão no artigo anterior, será que preciso de arranjar temas mais interessantes? Terei eu conseguido rematar com o derradeiro tema? Pois, talvez não, não me parece que tenha aqui grande mina de ouro, mas sempre é assunto que dá que falar e que a mim deu, para já. Até calha em boa altura....

MMA: UFC Fight Night Dublin: McGregor vs. Brandão - Antevisão + Pesagens


Pela segunda vez a enlouquecida torcida irlandesa marcará presença num evento do UFC. Neste sábado, a bela O2 Dublin, na capital da Irlanda, será palco do UFC Fight Night: McGregor vs Brandão, evento que conta com quatro lutas no card principal.

O ídolo local Conor McGregor volta ao octógono depois de quase um ano de inatividade para enfrentar o brasileiro Diego Brandão na luta principal, em duelo de nocauteadores que visam o top 10 da categoria dos penas....

sexta-feira, 18 de Julho de 2014

Road to WWE Battleground 2014 II


A WWE apresenta este Domingo a segunda edição do PPV Battleground. A liderar o evento está o four way match pelo título da WWE com John Cena, Kane, Roman Reigns e Randy Orton. Outros destaques do evento são Chris Jericho contra Bray Wyatt, Seth Rollins contra Dean Ambrose e ainda a coroação de um novo campeão intercontinental....

WWE Friday Night Smackdown 18.07.2014 - Resultados + Vídeos | Battleground Go Home Show


O Friday Night Smackdown desta semana é o último show antes do Battleground e tem como destaque Dean Ambrose que pretende vingança do ataque sofrido no RAW! Chris Jericho testa a Wyatt Family e enfrenta Luke Harper. AJ Lee e Paige enfrentam Layla e Summer Rae. Foco ainda para Dolph Ziggler e Sheamus contra Fandango e The Miz...

WWE NXT 17.07.2014 - Resultados + Vídeos | Sami Zayn vs. Tyson Kidd


O episódio desta semana do NXT tem como principal destaque o embate entre Sami Zayn e Tyson Kidd. Completa o show mais quatro combates com foco nos lutadores do roster principal e com Adam Rose contra Jason Jordan e Xavier Wodds a enfrentar CJ Parker...

TNA Impact Wrestling 17.07.2014 - Resultados + Vídeos | Jeff Hardy x Bobby Lashley pelo TNA Title


O Impact Wrestling desta semana é o primeiro show gravado em Nova Iorque. Para além do regresso do ringue de seis lados o show tem os seguintes destaques, Jeff Hardy contra Bobby Lashley pelo World Heavyweight Title, um gaunglet match pelo título da X-Division e Rhino e Ethan Carter III contra Tommy Dreamer e Bully Ray.....

quinta-feira, 17 de Julho de 2014

Road to WWE Battleground 2014 I


A WWE apresenta este Domingo a segunda edição do PPV Battleground. A liderar o evento está o four way match pelo título da WWE com John Cena, Kane, Roman Reigns e Randy Orton. Outros destaques do evento são Chris Jericho contra Bray Wyatt, Seth Rollins contra Dean Ambrose e ainda a coroação de um novo campeão intercontinental....

Pro Wrestling in Pictures (200) Quando a Lenda do Ocidente encontra a Lenda do Oriente

Mais um Pro Wrestling in Pictures que tem por objectivo mostrar o melhor e o pior do wrestling basicamente em imagens mas sempre com um toque de humor presente e hoje com uma edição diversificada! Relembro se quiserem podem enviar as vossas fotos para wrestlingnoticias@gmail.com que as melhores serão publicadas... 



MMA: UFC Fight Night 45: Cerrone vs Miller - Resultados + Videos


E lá vamos nós para mais uma semana com dois eventos do UFC. Nesta quarta-feira, o UFC Fight Night 45, que será disputado no Revel Casino de Atlantic City, no estado de New Jersey, hospeda uma luta principal explosiva e mais quatro brasileiros nos cinco outros combates onde a balança não passará dos 77 quilos....

WWE Network - Beyond The Ring CM Punk Best In The World


No mesmo dia em que CM Punk saiu da WWE estreou no WWE Network, um programa especial Beyond The Ring dedicado ao lutador. Neste especial é transmitido o documentário de carreira de CM Punk que foi publicado no DVD de carreira do lutador. Eis o vídeo:....

WWE Network - The Very Best of WCW Monday Nitro


A WWE continua a rechear o grande conteúdo do WWE Network. Um dos grandes shows transmitidos esta semana na plataforma foi o The Very Best of WCW Monday Nitro. Neste programa é apresentado o que de melhor tinha a WCW, a divisão de cruiserweights, as celebridades e a introdução das Nitro Girls. Eis o vídeo...

quarta-feira, 16 de Julho de 2014

Por pouco que era verdade #18: WWE na bancarrota

Como diz o título, notícias que quase que podiam ser verdade, mas felizmente ou por vezes infelizmente não são.

Numa recente entrevista, Dustin Rhodes aka goldust, confirmou que não percebe o que se está a passar com o seu irmão mais novo, considerando que ele tem sofrido de graves transtornos ultimamente, e que sugeriu mesmo a ir a um psicólogo. Nesta entrevista chegou mesmo a dizer “Não é normal um lutador ir para o ringue todo vestido de dourado e achar que está numa outra dimensão intergalática” e finalizou dizendo “irei ajudar o meu irmão para que cure todos os seus problemas psicológicos”. 


Foi descoberta a verdadeira razão por de trás dos problemas financeiros da WWE, remonta ao finais de 2005 e inicio de 2006 em que a personagem de Jillian Hall sofria de um suposto problema de pele, então que foram contratados os serviços da maior companhia de gomas dos Estados Unidos para que fosse possível fazer a caracterização de Jillian Hall, sendo então gastos milhões de euros em gomas todas as semanas, que ainda não foram pagos no seu total, levando a acumular juros que também terão que ser pagos até ao final do ano. Caso essa situação não seja resolvida, é possível que hajam mais despedimentos na WWE, estando grandes lutadores também em risco de perder emprego como por exemplo Bo Dallas. Poderão ver o momento em que foi posto fim a esta situação insustentável.

                   

Depois do anúncio da entrada de Sting no WWE2K15, foi anunciado um jogo eletrónico para as mesmas plataformas, mas que irá apresentar apenas lutadores em part-time, incluindo, Batista, Undertaker, Sting, Brock Lesnar, The Rock e o tão aclamado Doink The Clown. O jogo que terá o nome de Part-time2k15 irá para as lojas a 15 de Outubro de 2014.

MMA: UFC Fight Night 45: Cerrone vs Miller - Antevisão + Pesagens


E lá vamos nós para mais uma semana com dois eventos do UFC. Nesta quarta-feira, o UFC Fight Night 45, que será disputado no Revel Casino de Atlantic City, no estado de New Jersey, hospeda uma luta principal explosiva e mais quatro brasileiros nos cinco outros combates onde a balança não passará dos 77 quilos....

Puroresu Channel 2014 XXVIII – Grande show da Wrestle-1 & BJW e AJPW


É o regresso do Puroresu Channel para apresentar o melhor puroresu de 2014. O espaço de hoje apresenta três shows. O destaque é da Wrestle-1 que apresentou um grande show no passado dia 6 que teve várias estrelas da TNA, defesas de título e no main-event, Great Muta contra Seiya Sanada. Completa o espaço um show da BJW com combate do torneio Ikkitousen ~ strong climb ~ e um show da AJPW com a defesa dos títulos de equipas no main-event

Dias is That Damn Good #190 – "Dave Meltzer e os Dirt Sheets"

Boas Pessoal!



Sejam bem vindos a mais um "Dias is That Damn Good", o espaço com mais história na nossa CWO ;)

Com a explosão do Pro Wrestling enquanto indústria e negócio de entretenimento e a sua transformação num fenómeno de massas à escala global, o aparecimento de diversos jornais, revistas e blogues, cujo tema se centra nos mais variados aspectos da modalidade, deu-se de forma bastante natural e quase incontrolável. Por consequência, muitos daqueles que estavam à frente das administrações e/ou redacções desses mesmos "dirt sheets" de maior repercussão (de entre os quais podemos destacar, claramente, Dave Meltzer), ganharam alguma visibilidade e notoriedade, passando as sua palavras e escritos a exercer uma clara influência perante muitos fãs, inúmeros wrestlers e, inclusive, alguns promotores.

Neste sentido, se a existência deste tipo de "órgãos de comunicação" afectos ao Pro Wrestling são de salutar e assumem um papel importante na difusão do próprio business, por outro lado, o modo completamente desregulamentado como funcionam e o facto de não terem de prestar contas e/ou provas do que afirmam a ninguém, leva muitas vezes à criação de situações e ambientes menos positivos e pouco esclarecedores em redor da modalidade. A este respeito colocam-se então várias questões: Qual o papel e influência dos "Dirt Sheets"?! Quais as responsabilidades dos "Dirt Sheets" para com o Pro Wrestling e os seus actores?! Que alterações ao nível dos conteúdos e produto são forçadas pelos "Dirt Sheets?! De que forma os "Dirt Sheets" moldam e transformam o pensamento e relacionamento dos fãs para com a indústria?! Enfim...um vasto conjunto de interrogações às quais, ao longo do presente texto, procurarei dar resposta.

Não percam, portanto, as próximas linhas...



Como acontece com qualquer fenómeno de massas ou actividade que exerça um grande fascínio sobre uma vasta quantidade de gentes, os "órgãos de comunicação" que se criam em seu redor nascem não só pelo entusiasmo que esses eventos geram nos seus adeptos e seguidores, e pela necessidade que os mesmos sentem de dar a conhecer as suas reflexões e comentários, mas, também, pela exigência de manter informadas as pessoas que os assistem e que procuram de forma incessante mais e maior conhecimento acerca de algo que, de facto, as maravilha. Por outro lado, se é verdade que estes "órgão de comunicação" apenas nascem devido à dimensão e mediatismo que determinados fenómenos atingem, não é menos verossímel que eles dão uma contribuição fundamental para que as actividades em que se focam possam atingir públicos maiores e mais amplos. Ora, neste caso, o Pro Wrestling não foge à regra. Enquanto indústria de Sports Entertainment e business que cresceu exponencialmente ao longo dos anos até atingir uma dimensão global, a modalidade também deu origem ao aparecimento dos seus próprios órgãos de comunicação que, por sua vez, muito contribuíram para o seu desenvolvimento e disseminação. Neste sentido, os "Dirt Sheets" (nome utilizado no vocabulário do Pro Wrestling para classificar os seus órgãos de comunicação) passaram a desempenhar um papel e função importantíssimos para a modalidade, informando de uma forma mais regular e menos encapotada os seus seguidores, espectadores e adeptos, e divulgando os mais diversos eventos, programas e ppvs das suas promotoras. Por consequência, os "Dirt Sheets" pelo seu alcance, proximidade e facilidade de acesso junto dos fãs, começaram a deter uma tremenda influência na indústria, especialmente, no seio de grande parte dos seus adeptos e seguidores mas, também, junto de muitos wrestlers, todos eles, claramente, condicionados pelo tipo de informações e reflexões neles contidos.

Por outro lado, as novas tecnologias, a internet e as redes sociais favoreceram a abertura deste tipo de actividade a qualquer pessoa, deixando de importar o conhecimento ou formação que a mesma possui e o modo mais ou menos profissional com que expõe os seus conteúdos. Deste modo, a generalização dos "Dirt Sheets" levou a uma desregulamentação total da sua actividade. Aos jornalistas, embora muitos não o cumpram, ainda se faz uma exigência e pressão no sentido de respeitarem o seu código deontológico, no entanto, com a disseminação de "dirt sheets" que se verificou, tornou-se impossível condicionar ou limitar quaisquer conteúdos apresentados, ficando o maior ou menor respeito para com as promotoras e seus workers ao critério do maior ou menor bom senso da parte de quem escreve e publica. Neste sentido, a indústria deparou-se com um sem número de novos problemas e desafios causados pelos "dirt sheets" com fenómenos como os spoilers, as fugas de informação, os ataques cerrados a determinados wrestlers, wokers e/ou promotores, o incitamento a guerras entre determinadas personalidades do business, o doutrinamento de uma visão única acerca do que é e deve ser o Pro Wrestling, entre muitos outros. Problemas e desafios esses que obrigaram as promotoras a alterar substancialmente os seus conteúdos e produto e que tornaram bastante mais difícil a criação e construção de um espectáculo que vá de encontro às expectativas dos fãs. E, neste ponto, os "Dirt Sheet" desempenham um papel bastante nefasto e perverso ao substituir as suas verdadeiras funções e responsabilidades de informar e divulgar a modalidade, pela fabricação de informação e a tentativa de gerar buzz e controvérsia a todo o custo, apenas para aumentar as vendas, os números de seguidores e visitas e os patrocínios, deturpando a real vocação da sua actividade e transformando-a num negócio onde apenas o "lucro" importa...e aqui, infelizmente, não são diferentes de nenhum outro órgão de comunicação associado aos mais variados desportos, dos quais os jornais desportivos portugueses são um excelente exemplo na forma como mentem e inventam com o propósito de aumentar as vendas.



Assim, e como não poderia deixar de acontecer, alguns "dirt sheets" e seus administradores e/ou redactores foram ganhando uma maior visibilidade, face aos números de seguidores que ao longo dos tempos conseguiram "amealhar". Neste sentido, o Wrestling Observer e o Pro Wrestling Illustrated são, de longe, aqueles que mais mediatismo e crescimento conseguiram averbar, sendo que o administrador do primeiro, Dave Meltzer, conseguiu para si um claro destaque em relação aos demais. Porém, se por um lado o Pro Wrestling Illustrated desempenha o seu papel e função enquanto órgão de comunicação afecto ao Pro Wrestling de uma maneira bastante correcta para com a indústria e os seus simpatizantes (produzindo um conteúdo que, em grande medida, vai de encontro aos adeptos "smark" e "mark"), por outro lado, o Wrestling Observer de Dave Meltzer, como grande "smart" que arroga ser, assume uma postura completamente diferente, para pior (na minha opinião). Meltzer e o seu "dirt sheet" são o "Guru" dos chamados "smarks", apresentando como conteúdos uma visão e interpretação da modalidade e do sports entertainment que deixa muito a desejar e que, por vezes, não encontra qualquer explicação para as "teses" que defende. Como já devem ter percebido (e não tenho qualquer problema em reconhecê-lo) sou um grande crítico de Meltzer e do seu trabalho. Ora, isso acontece, em grande medida, não só pelo facto de Meltzer ser alguém que gosta de demonstrar conhecimentos e ligações ao mundo do pro wrestling que, de facto, não tem ou que, mesmo tendo, têm muito menor relevância, mas também por ser um daqueles pseudo-jornalistas que gostam de fabricar noticias e de criar alguma controvérsia com situações mesquinhas, apenas para aumentar a sua visibilidade e notoriedade. Por outro lado, e como já tive oportunidade de referir é alguém cuja visão acerca da modalidade me levante sérias reservas. Tomemos por exemplo as suas classificações para melhor wrestler, melhor promotora, melhores combates, etc. Como é possível que ele muito raramente escolha para o prémio de melhor wrestler aquele que está mais over, que vende mais merschandising e que enche mais arenas?! Como é possível que alguma promotora possa ser classificada de melhor que a WWE quando, na verdade, no que ao sports entertainment diz respeito, ainda que a companhia de Vince McMahon apresente um produto algo enfadonho e repetitivo, nenhuma outra lhe consegue fazer cócegas?! Como é aceitável que, grande parte das vezes, escolha para melhores combates muitos dos que ocorrem no circuito independente, onde a psicologia de ringue é praticamente inexistente e cujo draw do próprio match é altamente residual?! Enfim, pequenos exemplos que demonstram como Meltzer não compreende, verdadeiramente, o que é o Pro Wrestling e o Sports Entertainment...que não percebe que estamos perante um espectáculo de entretenimento onde o atleticismo tem fundamental preponderância, mas não num desporto de combate, com lutas reais e títulos obtidos pela superioridade físico-atlética dos competidores. E o pior é que este tipo influencia muitos adeptos e, infelizmente, muitos wrestlers da nova geração (como os Generation Me/Young Buks, Christopher Daniels e Kazarian, Davey Richars e Eddie Edwards, Jay Lethal, entre muitos outros) e alguns promotores (como, especialmente, Dixie Carter).

Conclusões

Tal como acontece com os restantes órgãos de comunicação afectos a determinado fenómeno, foi o crescimento e dimensão global do Pro Wrestling enquanto enquanto actividade de massas que proporcionou a criação e aparecimento dos seus próprios órgãos de comunicação, conhecidos por "Dirt Sheets". Por outro lado, os "Dirt Sheets" foram fundamentais para o desenvolvimento e ulterior crescimento da modalidade, através da constante e regular informação que passava aos fãs e seguidores do business e, também, pela proximidade e facilidade de acesso junto dos mesmos. Em contrapartida, a generalização e disseminação dos "dirt sheets" permitiu que qualquer um pudesse expor as suas opiniões e fazer-se ouvir "mundo fora", contribuindo para uma completa desregulamentação desta actividade cujo maior ou menor profissionalismo e maior ou menor respeito para com a própria indústria e seus trabalhadores ficou ao critério de cada um e do seu bom senso ou falta dele. Esta situação não só criou constrangimentos às promotoras que se viram obrigadas a alterar os seus conteúdos e produto, para fazer face aos novos problemas e desafios causados pelos "Dirt Sheets". Mas transformou, também, em grande medida, muitos dos órgãos de comunicação afectos ao pro wrestling numa espécie de negócio onde tudo é permitido (desde a fabricação de notícias ao fomento de intrigas) desde que assegure mais vendas, seguidores, visitas, patrocínios e lucro...por substituição ao verdadeiro papel de promoção da modalidade e prestação de informação e esclarecimentos pelo qual qualquer órgão de comunicação deste meio se deveria reger. Por último, e tirando proveito desta situação, alguns "dirt sheets" e seus administradores e/ou redactores conseguiram alcançar alguma visibilidade e notoriedade, de entre os quais podemos destacar mais claramente o Wrestling Observer de Dave Meltzer. Personalidade essa cuja visão sobre a modalidade deixa muito a desejar e cujas teses são, maioritariamente, inexplicáveis e injustificáveis...desde logo, por exemplo, se pegarmos na forma como classifica os melhores wrestlers, as melhores promotoras e/ou os melhores combates. Situação essa que se torna ainda mais perversa quando influencia uma vasta quantidade de seguidores e adeptos da modalidade, muitos wrestlers e, até, alguns promotores. Por contraponto ao "trabalho" desenvolvido por Dave Meltzer, temos o Pro Wrestling Illustrated que, não só faz uma análise e interpretação correcta do que é verdadeiramente o pro wrestling e em que consiste o sports entertainment, como procura, informando e esclarecendo, produzir conteúdos que vão de encontro às aspirações dos mais diversos fãs, sejam eles "smarks" ou "marks"...sem que, no entanto, deixe de respeitar, sempre, a modalidade e os seus praticantes.


E VOCÊS, O QUE PENSAM DE DAVE MELTZER E DOS DIRT SHEETS?!

Um Abraço!
Dias Ferreira



PS: Não se esqueçam de indicar assuntos e temas que gostariam de ver ser abordados no espaço "Dias is That Damn Good".

WWE Main Event 15.07.2014 - Resultados + Videos | The Miz x Sheamus


A edição desta semana do WWE Main Event tem como destaque o embate da nova rivalidade da WWE, Sheamus contra The Miz, sendo o combate de hoje um non-title match. A completar o evento estão mais dois combates onde na acção feminina, Emma regressa à TV para enfrentar Cameron e na acção de equipas Kofi Kingston e Big E batem-se contra Ryback e Curtis Axel....

terça-feira, 15 de Julho de 2014

Análise e Pensamentos do WWE RAW: Battleground Go Home Show


A WWE regressou ontem ao USA Network para mais uma edição do Monday Night RAW que aconteceu a noite passada em Richmond, Virginia e apresentou o go home show do PPV Battleground que acontecerá no próximo Domingo em Tampa, Florida. E foi o show para não dizer mais...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hot Sonakshi Sinha, Car Price in India